Camada equivalente aplicada à caracterização magnética de feições estruturais em regiões de crosta oceânica próximas ao equador

Equivalent layer applied to magnetic characterization of structural features on ocean crust at regions close to equator

(2018) Vanderlei C. Oliveira Jr.


Info

  • 2018-2021
  • Observatório Nacional
  • Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ (FAPERJ)
  • Jovem Cientista do Nosso Estado – JCNE/2018
  • E-26/202.729/2018
  • R$ 75,600.00

Descrição

O presente projeto propõe utilizar a técnica da camada equivalente para interpretar dados magnéticos sobre a crosta oceânica, em regiões de baixa latitude. O desempenho do método e a identificação de suas principais limitações serão avaliadas por meio de aplicações a dados sintéticos provenientes de simulações numéricas. Com base nos resultados obtidos com dados sintéticos, o método será aplicado aos dados de satélite e também aos dados adquiridos na expedição COLMEIA, ocorrida em 2013, com o intuito de contribuir na caracterização do complexo cenário geológico na região da Zona de Falhas Transformantes de São Paulo. Espera-se que o método seja útil na determinação da extensão das áreas com manto serpentinizado e melhore os resultados obtidos previamente com a inversão de dados magnéticos na área de estudo. Este projeto é uma colaboração entre colaboração entre o Grupo de Inversão e Modelagem Numérica em Geofísica do Observatório Nacional e pesquisadores do Institut Universitaire Européen de la Meer (IUEM), França.

Description

This project proposes to use the equivalent layer technique to interpret magnetic data on the oceanic crust in low-latitude regions. The performance of the method and the identification of its main limitations will be evaluated with applications to synthetic data from numerical simulations. Based on in the results obtained with synthetic data, the method shall be applied to satellite data and also the data acquired during the COLMEIA expedition, which took place in 2013, in order to contribute to the characterization of the complex geological scenery in the region of the Saint Paul Fracture Zone. The method is expected to be useful in determining the extent of areas with a serpentinized mantle and improve the results obtained previously with the inversion of magnetic data in the study area. This project is a collaboration between the Grupo de Inversão e Modelagem Numérica em Geofísica do Observatório Nacional and researchers of the Institut Universitaire Européen de la Meer (IUEM), France.